10 dicas de como lidar com os deficientes

10 dicas de como lidar com os deficientes
Como lidar com um deficiente ¿ Se você encontrar com uma pessoa com deficiência, que atitude tomar ¿ Listei 10 dicas ou atitudes para ajudar a lidar com a situação.

1-      COMO CHAMAR- prefira o termo muldialmente aceito “ pessoa com deficiência.”, seja física, auditiva, visual ou intelectual. Os termos cego e surdo podem ser utilizados. Evite os termos “ inválido”, “aleijado”, “excepcional”, “retardado”, “incapaz” ou “defeituoso.”

2-      AO CONVERSAR- é importante notar que para quem está sentado é incômodo olhar para cima por muito tempo.Ao conversar com um cadeirante, se possível, lembre=se de sentar para que vocês dois fiquem com os olhos no mesmo nível.

3-      COMO OFERECER AJUDA- se encontrar com uma pessoa com deficiência e achar que está em dificuldade ofereça ajuda.Caso ela aceite, pergunte como proceder. As pessoas tem suas maneiras de se utilizarem das rampas, atravessar a rua, e, às vezes uma tentativa inadequada de ajuda pode atrapalhar.Outras vezes, o auxílio é essencial. Pergunte e saberá o que fazer e não fique chateado se a ajuda for recusada.

4-      COMO AJUDAR UM DEFICIENTE VISUAL- nunca ajude sem perguntar como fazer. Se sua ajuda como guia for aceita, coloque a mão da pessoa no seu cotovelo dobrado. Ela vai acompanhar o movimento do seu corpo enquanto anda. Num local estreito coloque seu braço para trás para que a pessoa continue te seguindo.

5-      COMO TRATÁ-LAS- trate-as com naturalidade, enxergando a pessoa e não sua deficiência.Trate-as com o mesmo respeito e consideração dispensados às demais pessoas. No convívio social ou profissional, nas as exclua das atividades normais. Deixe que elas decidam se querem e como participar.

6-      NÃO SE INTIMIDE, TENHA PACIÊNCIA - ao encontrar um deficiente, saiba que ele pode fazer movimentos involuntários com pernas e braços e apresentar movimentos estranhos no rosto. Não se intimide! Trate-o com naturalidade e respeite o seu ritmo, que normalmente é mais lento que o normal. Tenha paciência em ouví-lo, pois eles podem apresentar dificuldade na fala. Não confunda esta lentidão com deficiência intelectual.

7-      APROXIME-SE- não tenha medo de se aproximar dos deficientes, eles não são contagiosos, não são bravos , não são agressivos, não mordem e não machucam. Eles querem a sua amizade, são extremanete amorosos. Você só tem a ganhar com o contato.

8-      PERGUNTE- eu não me importo se as pessoas perguntam algo sobre o meu filho deficiente. Tudo que é feito com carinho, com jeitinho, a gente aceita, entende e gosta. Prefiro quem se aproxima e puxa conversa do que aqueles que ficam olhando de longe como se fôssemos de outro planeta. Perguntas são bem vindas, é sinal de que você se interessa pela causa e quer se aproximar. Seja bem vindo!

9-      RESPEITE NOSSAS VAGAS-  saiba que estacionar no local reservado aos deficientes não é luxo nem privilégio e sim necessidade. Portanto, respeite! Para nós estacionar próximo à entrada dos locais faz uma diferença e tanto pois em nosso país a a acessibilidade não é realidade. Faltam guias rebaixadas , rampas e ruas asfaltadas. O mais próximo que pudermos parar facilita e muito nosso acesso. Respeite!

10-   FAÇA VOLUNTARIADO- você não imagina o quanto pode ser gratificante ser voluntário de uma ONG. Tem muitos locais e pessoas precisando de sua ajuda. Procure em sua cidade alguma instituição que faça um trabalho sério e mãos à obra! Os deficientes e pessoas que precisam de ajudam agradecem e você ainda pode desfrutar de uma gostosa e sincera amizade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo que eu queria

Tudo que eu queria
maizena-400x300



Eu queria ter brigado mais quando você nasceu.

Não questionei quando colocaram a válvula que lesionou mais ainda seu cérebro

Não briguei quando te colocaram em um quarto com dreno na cabeça,

sem ao menos imaginar dos riscos que você estava correndo de uma infecção

Queria poder ter buscado mais esclarecimentos de sua síndrome e convulsão

Queria ter te estimulado mais

Queria não ter sido aquela adolescente de 17 anos assustada com medo de médicos,

principalmente de neurologista.

Queria poder ter agradecido todas as mães de UTI ,

que me deram força e que me ensinaram sobre o mundo dos especiais.

Queria poder não ter medo do futuro, enfim….queria poder te dizer tudo isso

e te pedir desculpas Emily,

por tudo o que não fiz no começo de sua vida.

Emily, eu te amo!

mamãe Joyce




texto da mamãe Joyce Marcelino


Carta para meu irmão especial

Carta para meu irmão especial
pai


Para a maioria das pessoas você é deficiente mental e físico, um pobre coitado.

Para os médicos você tem microcefalia, que é provocada por uma insuficiência no desenvolvimento do crânio e do encéfalo, que dá origem a um crânio de tamanho reduzido e a um cérebro inferior ao normal que não tem cura.

Mas para mim você é um irmão maravilhoso e lindo, que papai do céu confiou a mim e a minha família, jóia rara que tem o mais belos dos olhares e o mais cativante e emocionante sorriso.

Você é aquele que tira todos os meus sapatos do lugar pra ficar horas olhando, que acha minhas maquiagens encantadas e sai passando na casa inteira, e adora pegar os meus vidros de perfumes pra ficar olhando, admirando e sentindo o cheiro de cada um, que é apaixonado pelo som de um violão, e que vai a onde for só pra pegar uma revista pra olhar. Você não sabe falar, mas o seu olhar pra mim é como se fosse mil e uma palavras!

E me perguntam como a gente faz pra cuidar de você, ou como deve ser difícil ter você com a gente. Eu só respondo uma coisa, a convivência junta, cura, ensina a qualquer um, ás vezes a gente erra em algumas coisas, mas é aos poucos que a gente vai descobrindo o tesouro que você é.

Foi no seu olhar que eu realmente descobri o que é amor de verdade, inocente, e é esse seu sorriso lindo que me faz chegar morta em casa e ainda ter forças pra brincar com você, levar você na praça pra brincar. E se eu não tinha um amor pra vida toda, agora eu tenho você!

Agora e sempre!

Não sei se o que eu sinto por você é amor de mãe ou de irmã, só sei que por você eu ando meio mundo, brigo com quem for, derrubo perguntas ridículas, e dou a minha vida pra te ver sorrir.

Prometo cuidar de você pra sempre meu anjo, e juro que nada de ruim vai te acontecer enquanto eu estiver viva. Você é o meu neguinho, meu amor, meu anjo, minha vida, meu tudão!

E me desculpem quem tem preconceito ou algo do gênero, acho que na verdade vocês nunca viram o lindo sorriso que o meu irmão tem, porque quando verem o sorriso e olhar que esse moreno lindo tem…bom, só acho que vão cair de amores por ele que nem eu cai e caio todos os dias!

Te amo demais!

Ele é especial, eu sou especial, minha família é especial,

somos especiais!


texto da Pabliny Heloisa