1ª caminhada de mãos dadas pela Inclusão

1ª caminhada de mãos dadas pela Inclusão
Foto Principal

Um evento que tem como principal objetivo a inclusão social e a reflexão sobre o importante trabalho realizado com crianças, jovens e adultos com necessidades especiais. Esta é a proposta da 1ª caminhada de mãos dadas pela Inclusão, que será realizada no dia 13 de dezembro, sábado, ás 8h:30 em Campinas. Com organização da consultora de moda, e apresentadora do programa AV Metanóia da Rede Família Andrea Vita, do Estúdio Daniela Sarmento de pilates, a Daniela Sarmento, do blog Somos Especiais, E LEH Divinas Divas, a Caminhada terá saída da Rua Diogo Prado, 298, no Cambuí.
Quem estiver interessado em participar da caminhada, é importante que faça sua inscrição no Estúdio Daniela Sarmento, localizado na rua Diogo Prado, 298, no Cambuí, em Campinas. O valor de R$ 25,00 da inscrição dá direito a uma camiseta do evento e toda a verba será doada à ADACAMP, Associação para o Desenvolvimento dos Autistas em Campinas, que está precisando de toalhas de banho. Inclusive, a organização do evento pede para quem não puder participar, mas queira contribuir com a ADACAMP, que possa doas toalhas de banho lisa e no tamanho adulto.

CARTA AO MEU FILHO DEFICIENTE - dia internacional da pessoa c/ deficiência

CARTA AO MEU FILHO DEFICIENTE - dia internacional da pessoa c/
deficiência
 

foto (1)

Filho, eu quero que o seu mundo seja colorido e alegre

na companhia de palhaços

que nos mostram o lado engraçado das coisas

 

você está com nariz igual o deles

viaja para o mundo do faz-de-conta

lá tudo é acessível

as pessoas te valorizam

as cidades tem rampas e elevadores

os direitos de educação e saúde são atendidos

o primeiro mundo que ainda não chegou aqui.

 

Palhaços fazem a gente esquecer dos problemas

movimento meus músculos da face, libero serotonina

quem me dera que fosse sempre assim

 

no dia da pessoa com deficiência a gente pede mais EFICIÊNCIA

eu não queria ter que gritar e brigar para q vc pudesse ir para a escola

nós não precisávamos implorar ao governo para dar remédio e fraldas para quem não tem condições  Tudo custa, e custa caro!

nós não teríamos que comprar cadeiras de roda, elas poderiam facilmente ser doadas, e com qualidade, e com agilidade, melhor marca e modelo

ai como eu queria.....sonho sonho meu

 

nós vamos fazendo trabalho de formiguinha

conscientizando as pessoas que  " SER DEFICIENTE É NORMAL "

gosto quando chegam perto e perguntam

sorrio igual os palhaços!

gosto quande vêem em você um adolescente como outro qualquer

vc entende do seu jeito, mas entende

vc é o maior exemplo de ser humano que tenho por perto

 

aiii isso a gente pode comemorar

deficientes são os mais eficientes!

temos pelo menos um motivo

para sorrir,

igual palhaço.

 

da mamãe Fernanda

Batendo palmas

Batendo palmas
fotoEu fiquei em dúvida de qual foto postar no dia de hj. E batendo palmas foi a que melhor nos definiu.

A gente encosta as palmas das maos e faz barulho qdo está feliz! Comemora!


Tenho motivos para faZer este movimento. Palmas pq em 2014


conhecemos as corridas de rua. Nos aventuramos pelos asfaltos e estradas de terra, conhecemos gente como a gente e formamos " um pelotão de amigos " especiais". Deficiências aparentes ou não, histórias q se cruzam, pernas q ganham velocidade !


Fazer a diferença exige coragem, sair de casa ou da caixa necessita  de um empurraoZinho. Vai lá se esforça e sai!


Uma vez feito vc não volta atrás.


Corre e olha para a frente. O esporte satisfaZ, acalma, revigora e emagrece! Vc vai ficar aí parado? L E V A N T A!


Vem com a gente! Queremos te conhecer, saber da sua história! Sai da caixa e vem pra rua!


O Danilo ganhou um amigo hj, o Alexandro, que correu com o papai Adalberto pela primeira vez. Surpresa perfeita! A mamãe tirou várias fotos da dupla!


Meu coração está em festa.


nós batemos palmas e o pelotão se prepara p a ultima corrida do ano. semana q. vem!


2014 vai deixar saudade.


Sigam nosso novo IG @correndocomamor . Fer Terribile, Dan e Drica Siqueira.

Compartilhem, Divulguem - Falta de acessibilidade Caravela Campinas

Compartilhem, Divulguem - Falta de acessibilidade Caravela Campinas

caravela


Eu faço meus treinos na Lagoa do Taquaral, um parque público de Campinas. Além da natureza perfeita, o local conta com uma réplica da Caravela Anunciação, a que Pedro Alvares Cabral chegou ao Brasil, no ano de 1500


Desde 2008 a Caravela estava fechada. Sua restauração teve início em 2013. Em setembro deste ano foi reinaugurada, depois de uma reforma que custou 1 milhão de reais para a Prefeitura Municipal.


Eu e Danilo corríamos e olhávamos os homens trabalhando, mexendo nas madeiras, pintando, carregando os materiais. Acompanhamos a minuciosa e demorada restauração. Chegando próximo da embarcação somos obrigados a diminuir o ritmo porque passam os trilhos do bonde que circula pelo parque. Reduzia a velocidade e ficava olhando para a Anunciação, que aos pouocs ganhava novas vida e sua cor original, um tom de vinho forte e alegre.


No dia da inauguração fazíamos a Corrida Integração e de longe pudemos ver a festa. Dias depois fizemos a primeira visita. Para surpresa, não pude subir com o Danilo porque não foi instalado o elevador para pessoas com deficiência. Acessibilidade não é prioridade em nossa cidade. A revolta foi tanta que peguei meu celular e fiz o vídeo que vocês conferem abaixo.



Eu postei o vídeo na página do somosespeciais do facebbok. Em 1 semana mais de 75 mil pessoas curtiram, compartilharam e visualizaram a filmagem. Uma pessoa da TV Bandeirantes viu o vídeo e nos chamou para fazer a reportagem que vocês conferem abaixo.



A repórter Eliete Zanotti procurou a Prefeitura Municipal  e a mesma se comprometeu a colocar o elevador. Estamos no aguardo! Se nada acontecer fazemos outro vídeo.


A acessibilidade precisa ser prioridade, todos tem que pensar nas necessidades das pessoas com deficiência. Lazer é para todos!

Ser mãe de uma criança especial

Ser mãe de uma criança especial
foto (4)

É driblar a vida

Concentrar no lado positivo

Aproximar-se do que te faz feliz

 

É aprender novas formas de amar

o “ eu te amo” que eu nunca escutei vem do seu sorriso

O “ andar” que eu nunca vi  vêm dos seus vôos invisíveis

O “ comer” que te tiraram vem dos gostos que temos provado

 

É não se importar com opiniões alheias

Porque da nossa convivência só nós dois sabemos

Vida exposta, vida compartilhada e curtida ,

Porque virou inspiração e missão

 

É equilibrar-se

Encontrar domínio próprio

Sensibilidade, escuto o coração, preciso de silêncio

Em meio às gritarias do dia-a-dia

Preciso do meu caninho onde eu me encontro

E escrevo

É conhecer pessoas especiais como você

Porque só quando a gente se vê cadeirante

Para procurar nossa turma

Outros mundo, outros valores, outras necessidades

Mães que se doam muito mais que eu

Mães que vão em busca dos seus direitos

Mães que são mães e pais

Que deixam a sua vida pela do filho

Que largam tudo, que esquecem de si mesmas

Simplesmente MÃES

 

É ver no segundo filho uma extensão da sua força, Dan

Ohh genética que me trouxe gente que não se entrega

Sofre calada, mas aguenta

Joga o jogo da vida, maturidade desde sempre

Linda, por dentro e por fora,

Uma boneca de olhos azuis

 

É exercer a GRATIDÃO

Porque vejo tanta crueldade e maldade

Tantos jovens se entregando para as drgas,

Vida fácil e perversa

E você é preservado

E vive, e vive

A gente aproveita o tempo ao máximo

Corre desesperadamente

 

Digo MUITO OBRIGADA

Por minha experiência de vida

Só minha, tão sua, tão nossa

Driblando, sempre.

Como um dia de domingo

Como um dia de domingo

domingoOutro dia escutei algo que gostei. Podiam ter dois domingos ao invés de um só. Humm seria assim: sábado, domingo 1 e domingo 2. Eu deixaria o " Domingao do Faustão" para o domingo 1 já que não sou fã. Domingo 2 eu iria comer açaí. sentir cheiro de eucalipto por entre as trilhas, pedalar. fazer comidinha gostosa, dar as mãos para você. Quem sabe aprendemos a dançar.....precisaríamos de infinitas aulas porquê nossa sintonia vem da corrida e não das letras musicais.
Domingo a gente acorda e o pensamento flui, não tem que por roupa para trabalhar, atender telefone, escravo do relógio!
Eu posso programar, sair, ser livre. Abro a porta do carro, coloco sua cadeira de rodas atrás e vamos passear. Amamos passear! 
Encontros , pessoas, histórias, risadas, te insiro no meu mundo, no domingo 2 que é só nosso. A semana teria 7 dias. Criação do Criador. A gente só iria trocar a segunda-feira pelo dia de descanso triplo.... só isso. Estou pedindo demais? Que tal uma nova lei, senhores políticos? Eu trabalharia uma hora a mais por dia para ter 24 livres. Incluiria uma passadinha na feira, prazer! Verduras fresquinhas, frutas com vitaminas, ovos com proteína. Teria pastel de carne e coca 0 caloria - o primeiro me permito, o segundo é vício! Compraria flores, colorido entra no lar. Sai o velho, troca pelo novo! Botões que florescem. De mãos dadas a gente pode tanto! União, cumplicidade e parceria. Deixa a vida nos levar. criatividade, sem medo de ser feliz! Dandan, vem comigo! O domingo 2 tem gostinho gostoso.

De mãe para filho

De mãe para filho
sopa quinua

A nutricionista Gisele Biskier preparou uma receita nutritiva para nossos filhos.

Incluiu a quinua , excelente fonte de carboidrato com baixo índice glicêmico. O cereal é proveniente da Bolivia e considerado sagrado pelos incas. Contém várias propriedades saudáveis para a nossa saúde. O grão é tão nutritivo que foi qualificado pela Academia de Ciências dos Estados Unidos como o melhor alimento de origem vegetal para consumo humano. Foi comparado ao leite materno, com o valor de suas proteínas superior ao de todos os outros grãos.

Nele encontramos, além de todas as proteínas, as vitaminas A, B1, B2 e B3, B6, E e C e os minerais: ferro, fósforo, potássio, magnésio zinco e cálcio. É fonte de fibras e rico em ômega 3 e 6.

Enfim, viva a quinua!

Confiram a receita:

 

SOPA DE QUINUA, CARNE E CHICÓRIA

4 colheres de sopa de carne moída

2 colheres de sobremesa de azeite

2 colheres de chá de cebola ralada

1 dente de alho

8 colheres de sopa de quinua

4 colheres de sopa de chicória ( ou almeirão )

1 cenoura ralada

Meia colher de café de sal

4 copos de água ( 800 ml)

 

MODO DE FAZER: numa panela refogue a cebola, o alho e a carne no azeite. Acrescente 4 copos de água ( 800 ml) , a cenoura e a quinua. Deixe cozinhar até que o caldo fique encorpado. Junte a chicória no final e cozinhe por alguns minutos.

SUBSTITUIÇÕES: a chicória pode ser substituída por couve, catalônia, espinafre, radicchio ou escarola.

 

Espero que mães e filhos apreciem a receita!

 

Abraços,

Gi Biskier.

Anjos em nosso percurso

Anjos em nosso percurso

foto anjos no percurso


Não sei onde termina o fôlego e começa a superação.


Será que tenho o direito de perder o fôlego quando corro ao lado de um adolescente especial como Dan, ou os " Danilos, Pedros, Bias " que vc e eu conhecemos ?


O Cido, voluntariamente segurando a cadeira e que não a largou pelos 8 km comentou: " Engraçado.... quando chego ao final do percurso sinto um cansaço que hoje não estou sentindo." Minha sensação é igual, Cido!


 A força de viver do Dan contagia e impulsiona. Não tenho dor! Sinto paz no coração, missão cumprida! Ver meu filho calmo, aproveitando cada rajada de ar é minha motivação para participar das provas, treinar com vontade, chegar na almejada meia maratona! ( 21 km )


E pensar que há cinco meses atrás eu precisava de vários Cidos, porque não conseguia correr nem 1 km! Hoje a gente vai, o trajeto vem , quando percebo a linha de chegada está logo à frente. Eu posso e consigo e você também!


 As pessoas perguntam como começar a correr. Caminhe primeiro, alterne com trotes. ( corrida leve ). Põe um tênis e roupa confortável, música ao ouvido e dê uma volta no quarteirão da sua casa. Não conhecemos nem o nosso bairro! Dê um OI para quem encontrar, observe a árvore da esquina , o vizinho que acabou de mudar ou a padaria recém inaugurada. Encontrará detalhes que estiver SEMPRE estiveram onde estão e passavam despercebidos.


 A vida é simples, feita de coisas simples. Por que complicamos tannntoo ? Fazemos tempestades em copos de água, brigamos sem motivo, deixamos os hormônios femininos aflorarem, falamos demais e pouco escutamos. Agimos por impulso e vaidade. Aiaiai eu me esforço! Aiaiaiai como é difícil!


 Eu luto pela inclusão escolar e social. Eu quero que as pessoas vejam o Dan como o Cido vê. Um ser humano, de alma e coração, como outro qualquer. Livre de deficiência. Faça como ele fez, chegue perto da gente, e aproveite tudo de bom que esta convivência tem a oferecer.


 tks Cido.....pena que você não tem facebook. Fica aqui nossa homenagem.

Cão e terapeuta, o melhor amigo das pessoas com deficiência.

Cão e terapeuta, o melhor amigo das pessoas com deficiência.

A Maia poderia ser um cão como outro qualquer. Mas não é. Labradora dócil e inteligente, tem olhar meigo. Parece que fala! Mansa, entende a linguagem das pessoas com deficiência, autistas e idosos.Ela é uma cão-terapeuta.


No total são 69 cachorros, a maioria das raças Labrador e Golden Retrieverque trabalham voluntariamente para a ONG ATEAC. Há 10 anos atendem pacientes em 9 hospitais e instituições de Campinas e Nova Odessa. São crianças, jovens e idosos que recebem o carinho e a companhia dos cachorros. Amor genuíno e gratuito, incondicional.


noisss 3


Recebemos a visita da Andréa Carciofi, coordenadora geral da Ateac e sua inseparável Maia em nossa casa. Que alegria e privilégio para nós! Maia chegou e se aninhou próximo ao Dan. Deitou, fazendo companhia e  se sentindo à vontade. Colocamos a coleira dela no braço do Dan e ele fez movimento para segurá-la. Sorriu, e permaneceu com a cachorra sob o seu domínio.


Pelo liso, brilhante e bem escovado fazem dela uma cachorra diferenciada. Por fora e por dentro. Incansável, gosta de estar próximo de quem precisa. Sensível, percebe a necessidade do outro. É cachorro com comportamento de gente grande! Maia nos ensina.


foto (3)


O contato com os cães terapeutas traz benefícios na área emocional, comportamental e corporal. Dois hospitais em Campinas- o da Unicamp e Mário Gatti permitem que a terapia possa ser realizada até dentro das UTIS. Os cães tomam um banho especial para este atendimento. Realizam exames a cada três meses.


Para realizarem os 1.000 atendimentos mensais, contam com a ajuda de psicólogos e terapeutas ocupacionais que acompanham os cães e seus pacientes. A venda de camisetas garante boa parte do sustento deste trabalho. Elas são adquiridas pelo e-mail ateac@ateac.org.br e custam 30 reais. Os modelos disponíveis você confere no site www.atea.org.br.


Andréa e Maia, a gente torce para que mais pacientes possam receber o carinho e atenção que dispensam. Em poucos minutos tivemos idéia do quão gostoso é ficar perto de vocês. Cães e seus donos especiais, eles existem sim!


foto com a ANDREA e a MAIA

A medalha do amor.

A medalha do amor.
foto (3)Uma medalha nos une
Amor grita no peito
Eu te aceito, te admiro, te mostro o mundo.
Vem com a mamãe, vem Dandan, Deficiente porque as pernas não te
obedecem mas a alma está em pleno funcionamento ! VIVA!

Vamos passar por trilhas diferentes, subidas íngremes,
adrenalina. Hj teve até dança!
Descubro que vc curte!
Corajosos somos nós? Somos!

Morde a medalha e estranha! Faz carinha de ué!?
Essa minha mãe é doidinha mesmo! Sou!
Pelos filhos a gente inova, renova, recicla, reinventa!
Morde medalha! Gosto gostoso!

Para mim ela significa que somos vencedores todos os dias.
Sou privilegiada em ser mãe de Danilo e Isadora! Deus confiou a mim os
cuidados com um ser tão frágil e tão potente! E uma Isadora " adulta"....olhos
azuis expressivos!

Não vivo sem vocês, não seria a Fernanda que sou hoje. Que corre, que
trabalha, que sonha. Sonhos são baterias que nos mantém ligados, plugados,
em contato com o Criador.

Se vc ainda não tem os seus faça a lista para 2015.....ponha no papel e realize.
Não desperdice seu tempo, ele é muito precioso.

Tal mãe, Tal filho

Tal mãe, Tal filho
cachorrinho eu e danGosto mesmo é de te fazer feliz
são instantes, mas parecem eternos
simplicidade, um cachorrinho jogado prá cima
a mamãe se diverte igual criança ,Dandan.
vc sorri de mim, para mim, ou tudo junto ?
Junto e misturado!
temos sintonia que só nós dois conhecemos!
respira junto, coração acelera junto, dois em um.
assim é a ligação de um filho especial com sua mãe
forte, profunda, silenciosa, amorosa
sem palavras para descrever a experiência, DIVINA.
a gente tem motivos para comemorar
( ei gente, já comecei meus posts de agradecimento de 2014!)
ano de mudanças, de aprendizado, vulcão em erupção, força que brota
escola, terapias, novos amigos, corridas e mais corridas
rotina sem rotina, seja bem vinda!

inspirar é o que queremos
tirar as pessoas de casa, ver o lado positivo em tudo que acontece, FÉ,
caminhadas ao ar livre, reclame menos e faça mais
a vida é tão curta, passa rápido, aproveite enquanto dá tempo

perdoe, ame, ore, acredite.
alegre-se, jogue a tristeza para o alto,
seja feliz com o que vc tem, da maneira que vc é.
Dandan é exemplo para nós!

Cortando os cachos

Cortando os cachos

DancabeloSair com filho deficiente exige  logística. Semana passada foi dia de cortar cabelos.E planejar! O local precisa ser acessível, de fácil estacionamento. Horário de menor movimento, porque Dan fica agitado com facilidade.


Próximo de casa tem um Shopping gigantesco, onde é possível ir ao banco, supermercado, comprar roupas , presentes e cortar o cabelo! Pela manhã as vagas de deficiente ainda não foram invadidas pelos desobedientes e consigo escolher vaga! Que privilégio, no país onde a inclusão e acessibilidade não são realidade! Paramos perto da entrada, descemos cadeira e seguimos pelos corredores.


O Jean Francisco do Aguinaldo Cabelos nos atende há alguns anos. Quando saía menos com Dandan, preferia que ele viesse em casa. Hoje queremos rua! O pai do Jean era cadeirante ( infelizmente veio a falecer este ano ) e isso facilita na hora de cortar cabelo do Dandan.


BOLAS PARA O ALTO

BOLAS PARA O ALTO
bolas

Quero ter sorriso fácil,
alma leve, bola para o alto
Sua alegria aparece e jogo mais alto ainda
Força, mãe!
Encontro brincadeiras nos detalhes.
Por que a vida tem que ser assim, né.......
Nem tudo entendemos, compreendemos,
mas não desisto de buscar meus porquês e para quês
Corro atrás de você, dona Felicidade!
A vida tem a cor azul, verde, laranja....para mim ela é colorida!
Mesmo em meio às minhas escuridões e incertezas busco pontinhos de luz.
Azul da cor do mar. Verde é esperança. Amarelo fortalece!
A vida me deu uma missão, como rejeitá-la ?
Tentei e não foi a melhor saída. Enfrento, caio, levanto,
busco ajuda, não fingo, desabafo., escrevo.


Cada recado recebido é um bálsamo na alma, um presente.
A coragem de escrever aproximou-me de vocês.
Gratidão por tudo que me ocorreu este ano. Encontros, desencontros, carinho, surpresas, sei por onde ir! Encontrei-me.
Bolas ao alto, sorriso fácil, desabafo, amigos.
Meu ano de 2014 vai ficar marcado.
Na memória.
Tks GOD. Obrigada Deus!

Whey protein

Whey protein
Whey

Prazer em conhece-la, whey protein!


Desde que comecei a treinar com maior intensidade, em julho deste ano, a fome aumentou. Entre corridas e pedaladas são 4 treinos semanais. Ao final dos exercícios,  a barriga passou a “doer” pedindo alimento. Chegou o momento de ingerir proteína para dar conta da nova rotina. Sob orientação da minha nutricionista, Gisele Biskier, inseri o whey protein antes e depois dos treinos. A fome vai embora na hora! Para ajudar você que está entrando neste mundo de emoção e endorfinas, a dra Giselle nos ensina o que é a tão falada proteína e como usá-la.


O que é whey protein


Conhecida também como proteína do soro do leite, a whey protein é altamente digerível e rapidamente absorvida pelo organismo, aumentando a produção de proteínas no sangue e tecidos. Além disso, possui funções antimicrobianas, anti-hipertensivas, reguladoras da função imune e atua como fator de crescimento (ganho de massa muscular magra).


A whey protein é rica, principalmente, nos aminoácidos lisina, leucina, triptofano, cisteína e isoleucina. O benefício sobre o ganho de massa magra está relacionado principalmente à leucina (importante desencadeadora da síntese proteica).


Números: 100g de concentrado proteico do soro do leite possui, em média, 414 kcal, 80g de proteínas, 7g de gordura e 8g de carboidratos. A versão isolada é totalmente isenta de carboidratos, gordura e lactose. A versão hidrolisada possui composição semelhante, a diferença é que suas partículas são pré-digeridas.


Suplementação.


A ingestão de proteínas de rápida absorção após o exercício favorece a recuperação e aumento da massa muscular. Quanto menor o intervalo entre o término da atividade e a ingestão proteica, melhor será a resposta anabólica ao exercício.


Consuma um shake com whey protein após os treinos com cerca de 20-30g de pó e 250-300 ml de água, leite desnatado ou leite de soja.


O ideal é que esse shake possua também alguma fonte de carboidrato, sendo maltodextrina ou dextrose (50-80g), para que o carboidrato atue na reposição do glicogênio e a proteína seja direcionada para a reparação muscular.


Eu estou usando a whey protein isolada Isofort, da VITAFOR, sabor frutas vermelhas. Ela não contém glútem e é zero açúcar. Comprei na AR SUPLEMENTOS, parceira do somosespeciais.


A Dra. Giselle Biskier atende à AV Onze de Agosto, 2090- Nova Valinhos


fone- (19) 3869 3700


A ARS Suplementos fica na AV Onze de Agosto, 853- Nova Valinhos


fone –(19) 3871 2143 


 

A liberdade de correr sozinha

A liberdade de correr sozinha

Dia 14 de junho terminei a corrida Nicht Run ( Circuito de Corridas Noturnas ) com uma decisão: quero correr sozinha com Danilo! Naquela noite seis pessoas se revezaram empurrando o triciclo , no percurso de 5 km. Não foi fácil! Começava a corrida no maior pic, logo cansava e não dava conta de finalizar. Pedia ajuda para os amigos, sempre solidários.


Conversando com um triatleta, ele me disse : “  Fernanda, você precisa ter uma planilha de  treino. Tem que se condicionar “. Segui o conselho. Quinze dias depois iniciava minha preparação com o educador físico João Fortes, da Fortes Training, Ele é especialista no treinamento de triatletas. Nada-pedala-corre. Moleza passa longe !  Era o que precisava. Vendo os atletas correrem em busca de resistência  eu me encontrei. Foquei na meta: correr sem ajuda de terceiros. Nada contra os amigos solidários. Queria liberdade. Ir e vir!


medalha

Em dois meses e meio de “ planilha “ objetivo alcançado! Mãe e filho em sintonia para encarar os 5 km . Foi no mesmo Circuito, a Night Run, em 13 de setembro, que veio nossa independência. Conquista! Não foi á toa que escolhi esta corrida, já que à noite, debaixo das estrelas e não do sol escaldante , fica mais fácil. Comecei devagar, tentando dominar a emoção do momento ( se é que isso é possível ) e aos poucos os 5 km ficavam mais próximos. Para mim os 2 primeiros km são os mais difíceis, corpo está frio, as pessoas passam desesperadas por você, querendo lugar ao pódium. À medida que organismo aquece, a multidão dispersa, você se desliga e aproveita a corrida.


Neste dia inaugurei a nova cadeira de rodas do Danilo, uma Ottobock ( marca alemã ) que havíamos comprado  há 3 meses.  Por ser leve- pesa 10 quilos, confortável e adaptada às necessidades do Danilo, preferi correr com ela. Segurança! Até me adaptar com a “carreira-solo” vou usar a Ottobock. As rodas deslizam com facilidade, na reta a força usada é pequena. Puxado mesmo são as subidas- neste circuito  uma só- e as descidas, onde você precisa segurar a cadeira.


Esta corrida vai ser inesquecível! Os corredores passavam por nós e aplaudiam, falavam palavras de incentivo, olhavam e sorriam, gritavam. Será que adivinharam que estávamos em festa? Quando traçamos metas pode dar muito certo ou tudo errado! A vitória é um inesperado presente! Nossa primeira “ corrida-solo “ fechou um ciclo- iniciado um ano antes, quando era dominada pelo medo. O ciclo a seguir traria novos desafios.


 fotoNa Night run eles colocam painéis imitando os planetas . Você se imagina neles e põe a imaginação na hora de posar e clicar. Retrato histórico. As mãos para o alto dizem assim :          “ Eba, conseguimos, podemos, obrigada! “ Sorriso estampado no rosto, medalha no peito. Voltamos para casa felizes, dormimos sonhando.....” sim foi tudo realidade.”


Obrigada, obrigada e obrigada!

A noticia que eu não queria ouvir : a sala especial vai ser fechada

A noticia que eu não queria ouvir : a sala especial vai ser fechada
foto texto O FIM DA CLASSE ESPECIAL. TRISTE FIM.

Nesta semana recebemos a noticia :  a sala especial da Escola Sophia Velter Salgado vai ser fechada em janeiro de 2015.


 A diretoria de ensino  de Campinas, de  maneira fria e sem muitas explicações, informou individualmente a cada um dos responsáveis pelos 13 alunos  que o Governo do Estado não mais os atenderá.


 Não nos deram a opção da inclusão em sala regular . A mim alegaram que Danilo tem grave paralisia cerebral e não existem profissioais capacitados.  Para o Danilo o direito á educação foi negado.


 Nos ultimos quatro meses meu filho progrediu fisica e emocionalmene, sorriu, ganhou amigos, professora especializada. Ganhou vida nova.


 A alternativa que deram é colocá-lo na Apae . É instituição e não escola! Perco o direito ao transporte adaptado- chamado de Ligado e ao cuidador. Como levá-lo até á instituição, que fica do outro lado da cidade, sendo que eu e meu marido trabalhamos o dia todo? E as  mães, que não tem carro e dependem de outros meios de locomoção ¿


 No Brasil tivemos o inicio da Política Nacional de Educação Especial em 2008.Ate 2012, o número de alunos com deficiência na escola regular passou de 306 mil para 620 mil, um aumento de 102,78%. A educação inclusiva se baseia na premissa de que é preciso olhar para o aluno de forma individualizada e colaborativa, comtemplando suas habilidades e dificuldades no aprendizado em grupo. “ A escola deve ser um lugar de encontro, de igualdade  e desenvolvimento. Para isso precisamos construir um espaço-tempo de gestão que acolha as diferenças existentes no mundo.”, diz Cláudia Mauch, pedagoga e coordenadora do Mais- Diferenças, instituição que atua como consultora na implementação de praticas e politicas inclusivas.


Em Campinas, me parece que esta Política de Educação Inclusiva não é respeitada. Que pena! Que perda! Decisões sãp locais, ficamos nas mãos dos que decidem.


 Chorei igual recém nascido ao falarem do meu filho como se ele fosse um número, um ser descartável para a sociedade. Chorei, pus tudo para fora. Dentro de mim nasce uma leoa, uma leoa voraz, com sede de vitoria.


 O que nos resta? Aguardar a decisao de um juiz, Nosso processo está em trâmite no Ministério Público de Campinas, O promotor Valcir Kobori pediu explicações ao Secretário Estadual da Educação e em breve saberemos que rumo o processo vai tomar


Os vereadores de Campinas, que fizeram uma moção de apelo a nosso favor, permanecem nos apoiando. O vereador Jorge da Farmácia fez um pronunciamento na Câmara quando soube do fechamento, indignado com a decisão.

POR UMA CAUSA EU VOU

POR UMA CAUSA EU VOU

foto texto POR UMA CAUSA EU VOUA minha é a inclusão escolar.  A sua causa, qual é?  Aquela que te provoca indignação, que te faz perder o sono? Que faz vc perguntar porquê , para que?  Não sei o que está dentro do seu coração , mas podemos compartilhar nossa preocupação?  Pergunto: até onde vc iria por" uma causa"? Teria energia suficiente para agüentar?


 Tenho andado por caminhos que jamais imaginaria percorrer.  Hoje assisti à uma Sessão da Câmara dos Vereadores de Campinas. Ouvindo as vozes altas e os argumentos convictos dos políticos ganhei fôlego!  A sessão ocorre toda segunda e quarta-feira, a partir das seis horas da tarde e não tem hora para acabar. No início os 32 vereadore tem direito a 5 minutos de fala, desde que previamente inscritos. Assuntos não faltam! Um grita, outro aplaude, o lá de trás vaia, o da frente emite opinião. Democracia de projetos e ideais. A raiva gerou motivação de político. Eles não desistem!


 A diretoria de ensino mexeu com meus genes matemos. Como tem coragem de negar a tão pregada inclusão escolar para um jovem que provou do gostinho aos 15 anos e gostou? Ficaremos sem a sala regida por professor especializado -ideal para ele -e tiraram o nosso DIREITO ao estudo !  T I R A R A M!  Dandan já é privado de tannnnta coisa meu Deus!  Não fala não anda não se defende e agora NÃO ESTUDA? Revoltada, desesperada. Mãe aflita.


 Continuo percorrendo caminhos inusitados, vendo verdadeiros " anjos" no meio deles.  Preciso deste apoio! Por uma boa causa eu vou. Com os políticos aprendo a argumentar e falar com segurança.Eles são determinados , esperam o tempo que for preciso para ver acontecer. Paciência sem fim. Projetos demoram anos para virarem LEI. Eu vou aguardar, por você Dandan prometo que vou.


O final desta viagem pode ser surpreendentemente gostoso.

Comer saudável e sem culpa

Comer saudável e sem culpa

O Danilo usa sonda para alimentação desde os 3 anos de vida. As repetidas pneumonias e internações, devido à  dificuldade para deglutir nos levaram a difícil decisão de colocar a gastrotomia. Ela fica próxima ao umbigo e a comida- pastosa- cai direto no estomago. Ganho de peso rápido. Saúde. Vida.


Desde que a sonda entrou em nossa vida tentamos adaptar a alimentação do Dandan da maneira mais  natural possível. Abri mão das dietas industrializadas, destas q vem prontas e vc coloca direto na gastro. Fazemos sopa com legumes, carne e grãos e adicionamos suplemento alimentar em pó, o Nutren Junior.  A sopa que o Dan come é a mesma de toda a família. Uma forma de amenizar nosso sofrimento pela não alimentação oral e inclui-lo em nossas refeições.


Decisões em situações de risco de vida são racionais. Aprendi a pensar como homem, Vai lá e faz. Se é para meu filho viver e a medicina nos oferece a oportunidade, eu aceito. Há 12 anos tem sido assim e graças a Deus Dan ganha peso, cresce e se desenvolve. Hoje ele mede 1,50 mts e pesa 41 quilos.


Divulgar este estilo de vida e fazer com que mais pessoas tenham alimentação saudável é meu objetivo.  Foi então que uma linda e competente nutricionista entrou em nossa vida. A dra. Giselle Biskier é formada pela Unip- Universidade Paulista e, para minha alegria, tem especialização em Nutrição Esportiva pela Unicamp- Universidade de Campinas.  A Gi vai ajudar mães e filhos. Semanalmente traremos posts com receitas saudáveis para as crias. E, para as amantes da atividade física como eu, dicas nutricionais imperdíveis ! FOTO NOS 3


Vocês podem acompanhar mais de perto a dra Giselle Biskier através do facebook  ou do Instagram dela- postarei os endereços . Lá ela fala da linha de alimentação equilibrada que dispõe para entrega em sua casa. São pratos preparados para quem não tem tempo de cozinhar, precisa  perder uns quilinhos ou quer ter alimentação balanceada e pronta para consumo. Sucos , pães sem glútem e bolos integrais fazem parte do kit.


Sejam bem vindos a esta parceria saudáve!


Vamos comer sem culpa, com qualidade e  vontade!


Obrigada dra Giselle por aceitar nosso convite. “ Os Danilos” olham para você com admiração.


nutridan


Facebook: Gi Biskier


Facebook: SEM CULPA - Congelados Light e Detox.


Instagram - @gibiskier

As crianças da minha vida

As crianças da minha vida
criançasssssssss

Fui mãe aos 26. Mãe especial como a vida carinhosamente nos rotula. Fui mãe novamente aos 29, de uma linda e meiga menina. Quanto presente DEUS!

 E no dia das crianças minha homenagem vai para minhas eternas crianças. Aquelas que sempre fazem meu lado infantil desabrochar, meu sorriso nunca murchar e minha força jamais morrer. Pedaços que brincam dentro de mim todos os dias,


 São presentes tão diferentes ..... aprendi a me divertir de maneiras e formas opostas. Flexibilidade é a melhor palavra.

Eu? Será que dou conta? Aos poucos fui conseguindo, nem me perguntem como! Não tenho fórmula! Fé me define. Amor melhor ainda.

Dia da criança é todo dia. Sempre é tempo de ensinar o q realmente tem valor nesta vida. A simplicidade de um abraço e uma palavra de conforto, uma caminhada ao ar livre, um estar junto só por estar, uma companhia.

Filhos mamãe transborda de amor. Mamãe quer sempre ser.... criança.

Superação X Emoção

Superação X Emoção

dannnnnnnnnnnnnnnnConfesso que nesta semana bateu uma emoção! Em pouco tempo a superação fez mudanças imensas em minha vida!


Hj me vejo correndo sozinha as corridas de 5 km, numa liberdade emocional que não imaginaria que ocorresse.


Livre pa...ra correr. Voar! Te empurrar!
Vcs vêem os corredores e imaginam que o preparo é físico. NÃO!
Diria que coração tem igual importância! A mente corre junto!
Lembro do início, há 1 ano, quando a Pamela Spanholeto, professora de educação física adaptada, me ajudou a controlar ansiedade.
Foi ao seu lado que vi o medo desaparecer!
Escrevo minha história e exponho sentimentos para ajudar outras mães. Se eu consegui, vc também pode!
Coloque em prática, tome atitude, vença os olhares alheios. Hoje eles são meus aliados! Não me impedem de ir e vir.
Esporte é um estilo de vida, uma decisão. Ele te acalma, te põe em contato com a natureza, com vc mesma, manda tristeza embora. Eu e Dan somos gratos por essa " virada".
Impossível não se emocionar.

Os amigos que a escola me deu

Os amigos que a escola me deu

Todos são amigos. Difícil dizer quem é o BFF ( sigla em inglês usada pelos jovens que significa “melhor amigo”). Dan está na fase de descobertas e coloca a mão na cadeira de quem se aproxima. Esticar o braço e dirigir-se à pessoa ao lado é a maneira de dizer : quer ser meu amigo ?
A Renata é a mais falante da classe. Canta, de preferência músicas do Roberto Carlos, conversa, alegra o ambiente. Fala e se expressa o tempo todo. Ela consegue acalmar o Danilo quando chega agitado. Foi assim que a amizade começou. Acalma daqui, canta ali, e os dois se entenderam.É muito pura e espontânea a ligação entre os especiais. Não tem maldade. Sobra amor.
No domingo a Renata veio brincar com Danilo. Primeira amiga da escola q passou o dia com a gente. Alegria maior da mãe ou do filho ? Pelas fotos , respondam vocês! Combinei com a Dirce, mãe da Rê, que passaria logo que saíssemos da Corrida. Almoçaríamos aqui. Promessa feita e cumprida! Chegamos , Danilo cansado, pós corrida. Ficou no triciclo enquanto nós duas pintávamos uma flor com o uso do guache. Amo desenhar e pintar! Usando os dedos e tintas coloridas, colocamos no papel o que estávamos sentindo : ALEGRIA!
1
O almoço teve macarrão da marca Renata, em homenagem à nossa visitante. Difícil não gostar de um bom prato de macarrão com carne moída, ainda mais aos domingos. Para mim dois pratos e para a Renata um. Danilo usa gastro e deliciou-se com sua saborosa sopinha. Meu garoto forte e saudável! Para quem não sabe, a comida –pastosa- é colocada diretamente no estômago, através de uma sonda que fica próxima ao umbigo. Comida direto no estômago e saciedade imediata.
2
O final foi o mais legal : sorvete. Sundae de chocolate. Danilo morreu de rir ao ver a amiga saboreando um geladinho. Estava com sorriso nos lábios, como que agradecendo pelo dia diferente que os dois tiveram. Fiquem tranquilos, vai ter mais!


3


Fomos ao teatro

Fomos ao teatro
Fomos ao teatro


Olhei para o papel que estava na mochila. Autorização para o Danilo ir ao teatro com os amigos . “ Mamãe, eu quero ir.” Ás vezes sinto Dan falando em meu ouvido. Quanta liberdade em pouco tempo!


A peça seria na instituição SORRI, ao lado da escola. Mães foram convidadas. Somos corujas e não largamos os especiais tão fácil assim. A liberdade é uma demorada conquista. Lá fomos nós .

Subimos a rampa que dá acesso ao andar de cima da instituição. Os alunos da sala especial juntaram-se a outros colegas. Sala lotada. Dois atores a nossa frente. Roupas pretas e bonecos em suas mãos. Eba! Começou o espetáculo! Fiquei surpresa com o que assisti. Dan ao meu lado, prestando atenção, sentindo o ambiente, aprovando a programação. A peça falava de inclusão. Um cadeirante e uma menina conversavam sobre deficiência, aceitação e como reagir ao encontrar um deles. O que fazer ? O que perguntar ? Devo ajudar ? De maneira lúdica e bem humorada as diferenças vão sendo contadas e desmistificadas, Tudo que é feito de modo espontâneo é entendido da mesma forma. Os bonecos permitiram que a platéia tirasse suas dúvidas. Crianças levantando as mãos, interessadas, vivenciando a inclusão. De verdade!

Em seguida foi um adolescente cego expôs sua deficiência. A amiga fazia pergunta, como se eu e vc estivéssemos tirando nossas dúvidas, Coisas simples do dia-a-dia, como: de que maneira você amarra o sapato, como ajudo a atravessar a rua, como usar a bengala? Fazemos isso sem pensar, mas para um deficiente visual cada detalhe é um difícil aprendizado . Nós podemos ajuda-lo. Encenações como a do SORRI nos aproximam deste lado humano da vida.

Para quem se interessar pela peça pode acessar o site www.canoaencantada.com.br ou ligar para os fones 19- 35030299 , 19- 99227 3749 ou 991878405 e falar com Aleixo ou Lilian.

Fomos ao teatro 3

A Classe de Sophia

A Classe de Sophia

escola


Nós fomos os últimos a chegar. Foi em junho que os descobri. Por acaso? Destino ? Sim para os dois. Na Diretoria Estadual de Ensino expliquei que meu filho teria sua primeira vivência escolar. Aos 15 ! E foi me indicada a classe que restou, a única sala regida por professor especializado em Campinas, na Escola Sophia Velter Salgado. E foi nesta exclusiva que nos identificamos, Foi na “ Classe do Sophia “ que vi o direito à educação da criança com mobilidade virar fato. Concreto.

Vou contar um pouco para vocês, ok ? A professora é a mesma, dedicação de 12 anos. Não tem auxiliar ou substituta. Ela e seu dom raro de conduzir a classe das múltiplas deficiências. Seu nome é Eliana. Doce e meiga, tem o DOM. Este não se aprende, nasce com ele. A Renata, aluna falante, rompe o silêncio com sua alegria, seus sonhos e fantasias.Linda! O Michael fala o que você precisa ouvir. Palavras da alma! A Araceli se esforça para aprender cada vez mais. Nesta miscelânea de superação a vida vai gerando vida.

Quando chegamos o orador definiu a turma: “ Danilo, nós somos uma família, nos conhecemos há bastante tempo, um ajuda o outro.” Vivem por amor! O meu sentimento é de orgulho por fazer parte desta grande família. Jóia rara e preciosa aos olhos do PAI. Especiais em sua mais pura definição.

O Danilo está fazendo novas amizades, convivendo com a turma del. Esstá se descobrindo e desbravando o mundo escolar. Aprendizado , desenvolvimento do seu potencial. Todos têm! Dan se mostra corajoso e ávido por novidades. Preparado para o novo. Eles tem aulas de segunda a sexta, das 7 as 11:30 da manhã. Transporte- chamado de Ligado- e cuidador são direitos que o Estado garante aos deficientes e que facilita a ida para a escola. A van adaptada passa em casa logo cedo e leva meu adolescente. Chega cansado e feliz!

A carinha de satisfação dele me enche de orgulho. E comprovam : estamos no caminho certo!

 

 

 

Corridas em nossa vida

Corridas em nossa vida
PrimeiraCorrida

 

Eu tinha vontade. Faltava coragem para correr com o Danilo .

Sempre gostei de esportes. Na infância, foram as aulas de ballet e natação. Na adolescência era a academia de ginástica que me fascinava.Não ficava sem as aulas de localizada e aeróbica. Depois da maternidade não consegui ter regularidade na prática esportiva. Filhos pequenos, trabalho, rotina corrida e novas prioridades....quem é mãe sabe do que estou falando. Cuidar de nós mesmas fica em segundo plano.

A reviravolta veio em 2013. Comecei a frequentar a Lagoa do Taquaral, um parque público próximo de casa. Você pode caminhar por dentro do parque- são 2 km e meio ou por fora- são 6 km. Gosto muito de natureza, lugares ao ar livre e foi ali que comecei a levar Danilo para passear. As saídas alegravam meu filho, via nele um rostinho de satisfação. Comecei a procurar por uma professora de educação física adaptada. Quem procura acha! Conheci a Pamela Spanholeto , profissional com 10 anos de experiência na área .Fui logo falando que queria muiiito dar conta de correr com meu filho especial. Tinha o triciclo adaptado e disposição. Faltava dar um tchau para o medo!

Na companhia de uma profissional acostumada com deficientes, encontrei a segurança que procurava. Começamos caminhando, lentamente. Treinávamos duas vezes por semana, sempre no final da tarde. Eu precisava ter fôlego para empurrar Danilo, que pesa 41 kg e o triciclo, num total de 50 kgs e lidar com a emoção do momento. No início alguns metros já faziam o coração acelerar. Mente e físico andam juntos na preparação. Aos poucos consegui trotar ( corrida leve ). Alternava caminhada com trote. E controlava os níveis de emoção. Para mim esta sempre foi a parte mais difícil.... o emocional. À medida que fui me sentindo capaz, tranquilizava-me. E senti o mesmo processo ocorrendo com Dan. A atividade física cansava meu adolescente. Sim, o prazer é dele também! Não é porque  não anda que não cansa. É como se fôssemos um só e a minha sensação de bem estar é dele também.Cansaço duplo! Forças que se somam!

A primeira corrida de rua foi em abril de 2014. Encaramos 5 km na Corrida do Centro Infantil Boldrini, que trata crianças com câncer. Corremos por uma boa causa e queria que a primeira fosse assim. A Pamela estava junto com a gente, sempre presente. Corremos devagar, nos revezamos para empurrar o triciclo. Quando uma cansava a outra pegava o garotão. Nas duas vezes em que oferecem água no percurso, aproveitamos para jogar água no rosto do Dan. Cruzamos a linha de chegada depois de 40 minutos. Quando você se aproxima da reta final parece um sonho. Intermináveis 500 metros finais. Jamais poderia imaginar que em 6 meses de treinamento eu e Dan conseguiríamos finalizar os 5 km. A superação através do esporte.

E uma vida corrida tinha início. Seremos eternamente gratos a você, Pam!

Somos fortes

Somos fortes
A palavra ” forte” nos persegue.

somos-fortesDesde q nos tornamos mães especiais nasce uma mulher forte.
Seja por exigência sua , por necessidade mesmoooo ou imposição dos outros.
Nasce, cresce, desabrocha!
Eu não me considerava forte. E… não era! Fui ficando……..fui vencendo desafios internos e externos e me surpreendendo. Aos poucos. Como um exercício repetitivo e demorado.
Nós não temos escolha, existe uma opção: ser Mãe com M maiúsculo , mãe leoa, mãe q não desgruda da cria, forte! Aquela q aguenta momentos difíceis , sofre, mas NÃO desiste!
Tem sorriso apesar dos pesares.
Assim somos nós, escolhidas, apontadas lá do alto.
Aquela ali, vai ter um filho deficiente e vai se tornar forte.
Exemplo para as demais.
Olho pra ela e renovo minhas forças.
Paro de reclamar. Dou valor à vida.
E, se eu tenho conseguido, vc tbem consegue!
Não foi fácil mto menos rápido.
Tudo q a gente conquista tem sabor gostoso!