Como um dia de domingo

Como um dia de domingo

domingoOutro dia escutei algo que gostei. Podiam ter dois domingos ao invés de um só. Humm seria assim: sábado, domingo 1 e domingo 2. Eu deixaria o " Domingao do Faustão" para o domingo 1 já que não sou fã. Domingo 2 eu iria comer açaí. sentir cheiro de eucalipto por entre as trilhas, pedalar. fazer comidinha gostosa, dar as mãos para você. Quem sabe aprendemos a dançar.....precisaríamos de infinitas aulas porquê nossa sintonia vem da corrida e não das letras musicais.
Domingo a gente acorda e o pensamento flui, não tem que por roupa para trabalhar, atender telefone, escravo do relógio!
Eu posso programar, sair, ser livre. Abro a porta do carro, coloco sua cadeira de rodas atrás e vamos passear. Amamos passear! 
Encontros , pessoas, histórias, risadas, te insiro no meu mundo, no domingo 2 que é só nosso. A semana teria 7 dias. Criação do Criador. A gente só iria trocar a segunda-feira pelo dia de descanso triplo.... só isso. Estou pedindo demais? Que tal uma nova lei, senhores políticos? Eu trabalharia uma hora a mais por dia para ter 24 livres. Incluiria uma passadinha na feira, prazer! Verduras fresquinhas, frutas com vitaminas, ovos com proteína. Teria pastel de carne e coca 0 caloria - o primeiro me permito, o segundo é vício! Compraria flores, colorido entra no lar. Sai o velho, troca pelo novo! Botões que florescem. De mãos dadas a gente pode tanto! União, cumplicidade e parceria. Deixa a vida nos levar. criatividade, sem medo de ser feliz! Dandan, vem comigo! O domingo 2 tem gostinho gostoso.

De mãe para filho

De mãe para filho
sopa quinua

A nutricionista Gisele Biskier preparou uma receita nutritiva para nossos filhos.

Incluiu a quinua , excelente fonte de carboidrato com baixo índice glicêmico. O cereal é proveniente da Bolivia e considerado sagrado pelos incas. Contém várias propriedades saudáveis para a nossa saúde. O grão é tão nutritivo que foi qualificado pela Academia de Ciências dos Estados Unidos como o melhor alimento de origem vegetal para consumo humano. Foi comparado ao leite materno, com o valor de suas proteínas superior ao de todos os outros grãos.

Nele encontramos, além de todas as proteínas, as vitaminas A, B1, B2 e B3, B6, E e C e os minerais: ferro, fósforo, potássio, magnésio zinco e cálcio. É fonte de fibras e rico em ômega 3 e 6.

Enfim, viva a quinua!

Confiram a receita:

 

SOPA DE QUINUA, CARNE E CHICÓRIA

4 colheres de sopa de carne moída

2 colheres de sobremesa de azeite

2 colheres de chá de cebola ralada

1 dente de alho

8 colheres de sopa de quinua

4 colheres de sopa de chicória ( ou almeirão )

1 cenoura ralada

Meia colher de café de sal

4 copos de água ( 800 ml)

 

MODO DE FAZER: numa panela refogue a cebola, o alho e a carne no azeite. Acrescente 4 copos de água ( 800 ml) , a cenoura e a quinua. Deixe cozinhar até que o caldo fique encorpado. Junte a chicória no final e cozinhe por alguns minutos.

SUBSTITUIÇÕES: a chicória pode ser substituída por couve, catalônia, espinafre, radicchio ou escarola.

 

Espero que mães e filhos apreciem a receita!

 

Abraços,

Gi Biskier.

Anjos em nosso percurso

Anjos em nosso percurso

foto anjos no percurso


Não sei onde termina o fôlego e começa a superação.


Será que tenho o direito de perder o fôlego quando corro ao lado de um adolescente especial como Dan, ou os " Danilos, Pedros, Bias " que vc e eu conhecemos ?


O Cido, voluntariamente segurando a cadeira e que não a largou pelos 8 km comentou: " Engraçado.... quando chego ao final do percurso sinto um cansaço que hoje não estou sentindo." Minha sensação é igual, Cido!


 A força de viver do Dan contagia e impulsiona. Não tenho dor! Sinto paz no coração, missão cumprida! Ver meu filho calmo, aproveitando cada rajada de ar é minha motivação para participar das provas, treinar com vontade, chegar na almejada meia maratona! ( 21 km )


E pensar que há cinco meses atrás eu precisava de vários Cidos, porque não conseguia correr nem 1 km! Hoje a gente vai, o trajeto vem , quando percebo a linha de chegada está logo à frente. Eu posso e consigo e você também!


 As pessoas perguntam como começar a correr. Caminhe primeiro, alterne com trotes. ( corrida leve ). Põe um tênis e roupa confortável, música ao ouvido e dê uma volta no quarteirão da sua casa. Não conhecemos nem o nosso bairro! Dê um OI para quem encontrar, observe a árvore da esquina , o vizinho que acabou de mudar ou a padaria recém inaugurada. Encontrará detalhes que estiver SEMPRE estiveram onde estão e passavam despercebidos.


 A vida é simples, feita de coisas simples. Por que complicamos tannntoo ? Fazemos tempestades em copos de água, brigamos sem motivo, deixamos os hormônios femininos aflorarem, falamos demais e pouco escutamos. Agimos por impulso e vaidade. Aiaiai eu me esforço! Aiaiaiai como é difícil!


 Eu luto pela inclusão escolar e social. Eu quero que as pessoas vejam o Dan como o Cido vê. Um ser humano, de alma e coração, como outro qualquer. Livre de deficiência. Faça como ele fez, chegue perto da gente, e aproveite tudo de bom que esta convivência tem a oferecer.


 tks Cido.....pena que você não tem facebook. Fica aqui nossa homenagem.

Cão e terapeuta, o melhor amigo das pessoas com deficiência.

Cão e terapeuta, o melhor amigo das pessoas com deficiência.

A Maia poderia ser um cão como outro qualquer. Mas não é. Labradora dócil e inteligente, tem olhar meigo. Parece que fala! Mansa, entende a linguagem das pessoas com deficiência, autistas e idosos.Ela é uma cão-terapeuta.


No total são 69 cachorros, a maioria das raças Labrador e Golden Retrieverque trabalham voluntariamente para a ONG ATEAC. Há 10 anos atendem pacientes em 9 hospitais e instituições de Campinas e Nova Odessa. São crianças, jovens e idosos que recebem o carinho e a companhia dos cachorros. Amor genuíno e gratuito, incondicional.


noisss 3


Recebemos a visita da Andréa Carciofi, coordenadora geral da Ateac e sua inseparável Maia em nossa casa. Que alegria e privilégio para nós! Maia chegou e se aninhou próximo ao Dan. Deitou, fazendo companhia e  se sentindo à vontade. Colocamos a coleira dela no braço do Dan e ele fez movimento para segurá-la. Sorriu, e permaneceu com a cachorra sob o seu domínio.


Pelo liso, brilhante e bem escovado fazem dela uma cachorra diferenciada. Por fora e por dentro. Incansável, gosta de estar próximo de quem precisa. Sensível, percebe a necessidade do outro. É cachorro com comportamento de gente grande! Maia nos ensina.


foto (3)


O contato com os cães terapeutas traz benefícios na área emocional, comportamental e corporal. Dois hospitais em Campinas- o da Unicamp e Mário Gatti permitem que a terapia possa ser realizada até dentro das UTIS. Os cães tomam um banho especial para este atendimento. Realizam exames a cada três meses.


Para realizarem os 1.000 atendimentos mensais, contam com a ajuda de psicólogos e terapeutas ocupacionais que acompanham os cães e seus pacientes. A venda de camisetas garante boa parte do sustento deste trabalho. Elas são adquiridas pelo e-mail ateac@ateac.org.br e custam 30 reais. Os modelos disponíveis você confere no site www.atea.org.br.


Andréa e Maia, a gente torce para que mais pacientes possam receber o carinho e atenção que dispensam. Em poucos minutos tivemos idéia do quão gostoso é ficar perto de vocês. Cães e seus donos especiais, eles existem sim!


foto com a ANDREA e a MAIA

A medalha do amor.

A medalha do amor.
foto (3)Uma medalha nos une
Amor grita no peito
Eu te aceito, te admiro, te mostro o mundo.
Vem com a mamãe, vem Dandan, Deficiente porque as pernas não te
obedecem mas a alma está em pleno funcionamento ! VIVA!

Vamos passar por trilhas diferentes, subidas íngremes,
adrenalina. Hj teve até dança!
Descubro que vc curte!
Corajosos somos nós? Somos!

Morde a medalha e estranha! Faz carinha de ué!?
Essa minha mãe é doidinha mesmo! Sou!
Pelos filhos a gente inova, renova, recicla, reinventa!
Morde medalha! Gosto gostoso!

Para mim ela significa que somos vencedores todos os dias.
Sou privilegiada em ser mãe de Danilo e Isadora! Deus confiou a mim os
cuidados com um ser tão frágil e tão potente! E uma Isadora " adulta"....olhos
azuis expressivos!

Não vivo sem vocês, não seria a Fernanda que sou hoje. Que corre, que
trabalha, que sonha. Sonhos são baterias que nos mantém ligados, plugados,
em contato com o Criador.

Se vc ainda não tem os seus faça a lista para 2015.....ponha no papel e realize.
Não desperdice seu tempo, ele é muito precioso.

Tal mãe, Tal filho

Tal mãe, Tal filho
cachorrinho eu e danGosto mesmo é de te fazer feliz
são instantes, mas parecem eternos
simplicidade, um cachorrinho jogado prá cima
a mamãe se diverte igual criança ,Dandan.
vc sorri de mim, para mim, ou tudo junto ?
Junto e misturado!
temos sintonia que só nós dois conhecemos!
respira junto, coração acelera junto, dois em um.
assim é a ligação de um filho especial com sua mãe
forte, profunda, silenciosa, amorosa
sem palavras para descrever a experiência, DIVINA.
a gente tem motivos para comemorar
( ei gente, já comecei meus posts de agradecimento de 2014!)
ano de mudanças, de aprendizado, vulcão em erupção, força que brota
escola, terapias, novos amigos, corridas e mais corridas
rotina sem rotina, seja bem vinda!

inspirar é o que queremos
tirar as pessoas de casa, ver o lado positivo em tudo que acontece, FÉ,
caminhadas ao ar livre, reclame menos e faça mais
a vida é tão curta, passa rápido, aproveite enquanto dá tempo

perdoe, ame, ore, acredite.
alegre-se, jogue a tristeza para o alto,
seja feliz com o que vc tem, da maneira que vc é.
Dandan é exemplo para nós!

Cortando os cachos

Cortando os cachos

DancabeloSair com filho deficiente exige  logística. Semana passada foi dia de cortar cabelos.E planejar! O local precisa ser acessível, de fácil estacionamento. Horário de menor movimento, porque Dan fica agitado com facilidade.


Próximo de casa tem um Shopping gigantesco, onde é possível ir ao banco, supermercado, comprar roupas , presentes e cortar o cabelo! Pela manhã as vagas de deficiente ainda não foram invadidas pelos desobedientes e consigo escolher vaga! Que privilégio, no país onde a inclusão e acessibilidade não são realidade! Paramos perto da entrada, descemos cadeira e seguimos pelos corredores.


O Jean Francisco do Aguinaldo Cabelos nos atende há alguns anos. Quando saía menos com Dandan, preferia que ele viesse em casa. Hoje queremos rua! O pai do Jean era cadeirante ( infelizmente veio a falecer este ano ) e isso facilita na hora de cortar cabelo do Dandan.


BOLAS PARA O ALTO

BOLAS PARA O ALTO
bolas

Quero ter sorriso fácil,
alma leve, bola para o alto
Sua alegria aparece e jogo mais alto ainda
Força, mãe!
Encontro brincadeiras nos detalhes.
Por que a vida tem que ser assim, né.......
Nem tudo entendemos, compreendemos,
mas não desisto de buscar meus porquês e para quês
Corro atrás de você, dona Felicidade!
A vida tem a cor azul, verde, laranja....para mim ela é colorida!
Mesmo em meio às minhas escuridões e incertezas busco pontinhos de luz.
Azul da cor do mar. Verde é esperança. Amarelo fortalece!
A vida me deu uma missão, como rejeitá-la ?
Tentei e não foi a melhor saída. Enfrento, caio, levanto,
busco ajuda, não fingo, desabafo., escrevo.


Cada recado recebido é um bálsamo na alma, um presente.
A coragem de escrever aproximou-me de vocês.
Gratidão por tudo que me ocorreu este ano. Encontros, desencontros, carinho, surpresas, sei por onde ir! Encontrei-me.
Bolas ao alto, sorriso fácil, desabafo, amigos.
Meu ano de 2014 vai ficar marcado.
Na memória.
Tks GOD. Obrigada Deus!

Whey protein

Whey protein
Whey

Prazer em conhece-la, whey protein!


Desde que comecei a treinar com maior intensidade, em julho deste ano, a fome aumentou. Entre corridas e pedaladas são 4 treinos semanais. Ao final dos exercícios,  a barriga passou a “doer” pedindo alimento. Chegou o momento de ingerir proteína para dar conta da nova rotina. Sob orientação da minha nutricionista, Gisele Biskier, inseri o whey protein antes e depois dos treinos. A fome vai embora na hora! Para ajudar você que está entrando neste mundo de emoção e endorfinas, a dra Giselle nos ensina o que é a tão falada proteína e como usá-la.


O que é whey protein


Conhecida também como proteína do soro do leite, a whey protein é altamente digerível e rapidamente absorvida pelo organismo, aumentando a produção de proteínas no sangue e tecidos. Além disso, possui funções antimicrobianas, anti-hipertensivas, reguladoras da função imune e atua como fator de crescimento (ganho de massa muscular magra).


A whey protein é rica, principalmente, nos aminoácidos lisina, leucina, triptofano, cisteína e isoleucina. O benefício sobre o ganho de massa magra está relacionado principalmente à leucina (importante desencadeadora da síntese proteica).


Números: 100g de concentrado proteico do soro do leite possui, em média, 414 kcal, 80g de proteínas, 7g de gordura e 8g de carboidratos. A versão isolada é totalmente isenta de carboidratos, gordura e lactose. A versão hidrolisada possui composição semelhante, a diferença é que suas partículas são pré-digeridas.


Suplementação.


A ingestão de proteínas de rápida absorção após o exercício favorece a recuperação e aumento da massa muscular. Quanto menor o intervalo entre o término da atividade e a ingestão proteica, melhor será a resposta anabólica ao exercício.


Consuma um shake com whey protein após os treinos com cerca de 20-30g de pó e 250-300 ml de água, leite desnatado ou leite de soja.


O ideal é que esse shake possua também alguma fonte de carboidrato, sendo maltodextrina ou dextrose (50-80g), para que o carboidrato atue na reposição do glicogênio e a proteína seja direcionada para a reparação muscular.


Eu estou usando a whey protein isolada Isofort, da VITAFOR, sabor frutas vermelhas. Ela não contém glútem e é zero açúcar. Comprei na AR SUPLEMENTOS, parceira do somosespeciais.


A Dra. Giselle Biskier atende à AV Onze de Agosto, 2090- Nova Valinhos


fone- (19) 3869 3700


A ARS Suplementos fica na AV Onze de Agosto, 853- Nova Valinhos


fone –(19) 3871 2143 


 

A liberdade de correr sozinha

A liberdade de correr sozinha

Dia 14 de junho terminei a corrida Nicht Run ( Circuito de Corridas Noturnas ) com uma decisão: quero correr sozinha com Danilo! Naquela noite seis pessoas se revezaram empurrando o triciclo , no percurso de 5 km. Não foi fácil! Começava a corrida no maior pic, logo cansava e não dava conta de finalizar. Pedia ajuda para os amigos, sempre solidários.


Conversando com um triatleta, ele me disse : “  Fernanda, você precisa ter uma planilha de  treino. Tem que se condicionar “. Segui o conselho. Quinze dias depois iniciava minha preparação com o educador físico João Fortes, da Fortes Training, Ele é especialista no treinamento de triatletas. Nada-pedala-corre. Moleza passa longe !  Era o que precisava. Vendo os atletas correrem em busca de resistência  eu me encontrei. Foquei na meta: correr sem ajuda de terceiros. Nada contra os amigos solidários. Queria liberdade. Ir e vir!


medalha

Em dois meses e meio de “ planilha “ objetivo alcançado! Mãe e filho em sintonia para encarar os 5 km . Foi no mesmo Circuito, a Night Run, em 13 de setembro, que veio nossa independência. Conquista! Não foi á toa que escolhi esta corrida, já que à noite, debaixo das estrelas e não do sol escaldante , fica mais fácil. Comecei devagar, tentando dominar a emoção do momento ( se é que isso é possível ) e aos poucos os 5 km ficavam mais próximos. Para mim os 2 primeiros km são os mais difíceis, corpo está frio, as pessoas passam desesperadas por você, querendo lugar ao pódium. À medida que organismo aquece, a multidão dispersa, você se desliga e aproveita a corrida.


Neste dia inaugurei a nova cadeira de rodas do Danilo, uma Ottobock ( marca alemã ) que havíamos comprado  há 3 meses.  Por ser leve- pesa 10 quilos, confortável e adaptada às necessidades do Danilo, preferi correr com ela. Segurança! Até me adaptar com a “carreira-solo” vou usar a Ottobock. As rodas deslizam com facilidade, na reta a força usada é pequena. Puxado mesmo são as subidas- neste circuito  uma só- e as descidas, onde você precisa segurar a cadeira.


Esta corrida vai ser inesquecível! Os corredores passavam por nós e aplaudiam, falavam palavras de incentivo, olhavam e sorriam, gritavam. Será que adivinharam que estávamos em festa? Quando traçamos metas pode dar muito certo ou tudo errado! A vitória é um inesperado presente! Nossa primeira “ corrida-solo “ fechou um ciclo- iniciado um ano antes, quando era dominada pelo medo. O ciclo a seguir traria novos desafios.


 fotoNa Night run eles colocam painéis imitando os planetas . Você se imagina neles e põe a imaginação na hora de posar e clicar. Retrato histórico. As mãos para o alto dizem assim :          “ Eba, conseguimos, podemos, obrigada! “ Sorriso estampado no rosto, medalha no peito. Voltamos para casa felizes, dormimos sonhando.....” sim foi tudo realidade.”


Obrigada, obrigada e obrigada!