E lá vamos nós!

Falando do Adrian e do Danilo


foto (4)


Mães especiais se reconhecem pelo cheiro, pelo sentimento, pela dores que doem no meu e no seu peito


Filhos cadeirantes, que se mexem e não sabemos porquê,


que pedem e tentamos decifrar o que poderia ser. O que ?


Adrian tem 9 anos. Um menino alegre e que movimenta as pernas a todo instante. Quer se comunicar! Tem cognitivo preservado e responde aos estímulos e perguntas. Encanta quem está por perto.


Eu e a Juliana ( mamãe do Adrian ) nos falamos pela internet e nos conhecemos. pessoalmente. Moramos em cidades vizinhas e então fica fácil o encontro.


Mães especiais são carentes de desabafos. Somos movidas a testemunhos, boas histórias, angústias divididas e compartilhadas. Danilo gosta do contato com os " amigos parecidos ". Da mesma turma. Encostamos as cadeiras, e eles cruzam as mãozinhas. como  um cumprimento. A linguagem é deles! Ficam excitados, agitados! É a maneira de se comunicarem. Se as sílabas não saem, o corpo fala!


foto (5)Eles se esforçam, esticam a perna como se quisessem andar. Viram o rosto como se tentassem falar. Olham para nós como se pedissem. Sim, meu filho, eu daria TUDO por você. Sim, eu estou ao seu lado e te acompanho por onde for. Sim, a minha vida mudou desde que você chegou. Reviravolta. 

Que os Danilos e os Adrians possam se encontrar mais vezes. Não tenhos todos os porquês e não quero tê-los. Mais importante que ter respostas é encontrar motivos para perguntas. Perguntas te põem em movimentos, em ação. Vida, me leva para onde for necessário.

Conpartilhe

Postagens Relacionadas

Próximo
« Anterior
Anterior
Próximo »