A família de cada um de nós.

IMG_0111
Meu pai fez uma cirurgia e está passando um tempo aqui em casa. Pego-me pensando na família. Na infância. Nesta semana fomos num local em Valinhos que ele costumava nos levar. É uma chácara que vende legumes, verduras e frutas e serve almoço. Caseiro e cheiroso. Éramos crianças e ele ia comprar frutas e nós podíamos tomar suco e comer doce. O dono- o "seo Mauro" - apareceu por lá quando pedíamos alface americana e brócolis. Foi apanhar na hora. Voltou minutos depois, com a mesma disposição de anos atrás, com a verdura fresquinha que sempre produziu. Calças sujas de terra, rosto corado, feliz com a produção que sai em abundância. Ohh  infância que vem à mente e faz lembrar dos meus oito e poucos anos.
Meu pai sempre gostou de supermercado e varejão. De feira! Vai por prazer! Escolhe um abacaxi e um melão como ninguém e se você indicar um local para comprar frutas  é prá lá que ele vai! Não tenho a paciência dele- meu varejão é rápido e automático e nem disposição para percorrer 3 locais em busca do melhorrr produto.
Nossa convivência tem um Q. de saudosismo. Os momentos que a memória resgata são os que passamos com os entes queridos, laços de sangue ou não, porém intensos e amorosos. Comida é amor e daí a vontade de ir ao varejão em Valinhos. Fui em busca do amor de criança. O cheiro de brócolis remete à família reunida. Almoço de domingo. Olfato atrai, perdura, mexe com o emocional.
Corremos tanto e perdemos o gostinho gostoso dos almoços e jantares em família, na mesa, no aconchego do lar. Tem gente que come na mesa do trabalho, tem gente que come assistindo TV, tem gente que come besteira e passa o horário da refeição. Tem dias que a gente engole a comida e nem sente o que está deglutindo.... Tem gente que esquece dos sabores que emanam amor, carinho, infância....que pena!
A família de cada um de nós é a comida que comemos, como comemos, que importância damos para este horário sagrado. A refeição que desce é a que te dá energia para o corre-corre, cumprir compromissos, combustível para solucionar os problemas. Que importância temos dado à ela ?
O sr Kleber, em sua dócil companhia com a gente, ocupando o quinto lugar à mesa, faz-me exercitar a paciência.  Sento e sinto, observo. As refeições tem sido agradáveis ao seu lado, papai.
familia frase

 

 

 

 

 

 

Conpartilhe

Postagens Relacionadas

Próximo
« Anterior
Anterior
Próximo »

2 comentários

Write comentários
rafael bittar
3 de maio de 2015 15:52 delete

Olá,
Meu nome é Rafael....sou de Atibaia-SP

Desenvolvo trabalhos artísticos, como pessoas com necessidades especiais, pois deficiente é a sociedade....Desenvolvo teatro, fotografia, e curta metragem.....

Ai vai um dos trabalhos, no qual ganhamos o festival e foi exibido na França. A atris é minha parente linda...Barbará, atris com mais de 10 peças de teatro e 2 filmes. Espero que goste....
Parabéns pelo seu trabalho ....https://www.youtube.com/watch?v=jrfOmVFTM38

abs rafael

Reply
avatar
Fernanda Terrible
3 de maio de 2015 17:48 delete

qual seu e mail, Rafael ?

Reply
avatar