Desculpa meu filho

DESCULPA MEU FILHOdesculpa meu filho

Escrevi esse texto em agosto de 2013, pedindo desculpa ao Danilo pela tardia aceitação e reabilitação. No meu coração eu precisava deste perdão, Dan. Se você compartilha do mesmo sentimento, sinta-se convidado a ler e reler o texto.

Coloco- me em seu lugar, Dan. ( vc q me lê coloque o nome do seu filho.
Se demorei para te expor, para te reabilitar como deveria, vc me perdoa?
Se demorei para acreditar em sua capacidade, vc me entende?
Não confiava na minha própria!
Não tinha consciência do ” poder de uma mãe”.
Se esperei tanto para conhecer seus verdadeiros amigos, dá para compreender a mamãe?
Hj visto a camisa, encaro médicos, exames, hospitais e td o q vc precisar meu garoto!
Sou amiga dos teus amigos, adooro as mães deles, e todo o mundo q te cerca.
Quero te acompanhar, dar risada com vc, sentir dor junto!
Escuto os teus desejos.
Te amo e te aceito, MEU FILHO ESPECIAL.

Sobre a Autora

Fernanda Terribile é jornalista formada pela PUC Campinas, casada e mãe da Isadora e do Danilo, que tem paralisia cerebral severa. Criou o blog em 2012 para encontrar outras famílias que tenham filhos com deficiência e incentivar a prática do esporte. Participa de corridas de rua com seu filho cadeirante. Conheça!

Dúvidas e Comentários