O menino cadeirante queria correr.

O menino cadeirante queria correr.
Era uma vez........

caricatura stegun

Um menino chamado Danilo. Não fala e não anda. A mãe conta que ele teve amarelão em estágio grave e avançado e ficou com graves sequelas. A família procurava maneiras de divertí-lo. Ver adolescentes de sua idade jogando bola e correndo pelo campo era motivo de de tristeza. O que fazer ? O que será que ele gosta ?

A irmã mais nova, isadora, sempre gostou de esporte. Joga voley, basquete e futebol com o time da escola. Participa de diversos campeonatos representando a escola. Foi então que a mãe teve uma idéia : vamos correr ?

O pai ficou apreensivo com a coragem da mãe, Ela pesquisou na Internet e encontrou duas mães que corriam com os filhos cadeirantes.Comprou um triciclo adaptado, com rodas grandes atrás e uma menor na frente, específico para o esporte, Que emoção quando chegou!

carictura 2 stegun

E lá foram os dois treinar com uma professora de educação física adaptada. Começaram caminhando, juntinhos, próximo de casa e num parque público chamado Lagoa do Taquaral, conhecido por abrigar a réplica da Caravela Anunciação, de Pedro Álvares Cabral. O vento provocado pelo vai e vem acalmava e alegrava o jovem, A mãe finalmento conseguiu sair mais de casa com o ilho cadeirante, num misto de alegria, superação e aceitação. E, o que era melhor: Danilo gosta de correr! Finalmente descobriram uma atividade para divertir o jovem com deficiência.

As caminhadas tornaram-se cada vez mais frequentes. A mãe voltou a praticar atividade física com regularidade, depois de anos parada e sedentária. Procurou um treinador porque sabia ue precisava de ótimo condicionamento para conduzir o filho. Danilo pesa 45 quilos. Com dedicação e persistência, começou a trotar....e correr devagar.

Esta é uma história que está se iniciando agora e terá continuidade.......
" O menino que queria correr."
texto de Fernanda Terribile
ilustração de Renato Stegun

Nasce o filho, e uma mãe especial.

Nasce o filho, e uma mãe especial.
Nasce o filho, e uma mãe especial
por Marina Maria Fontão de Pauli Pignatti


Quando decidi ser mãe, me enchi de expectativas em torno daquele serzinho que começava a crescer dentro da minha barriga. Comecei a sonhar,  a ter milhões de dúvidas,  a me emocionar "a toa", a  fazer perguntas e imaginar como seriamos no futuro, mãe e filho. Jamais pensei que eu pudesse passar por algum tipo de imprevisto durante a  gestação, Foi aí  que veio a surpresa...aconteceu o que ninguém imaginava que pudesse ocorrer...Aconteceu comigo o que a gente nunca acha que vai acontecer com a gente...me deparei  com a realidade de que meu filho não iria ser como o bebê dos meus sonhos e que teria limitações.

marina post

Meu anjo João Vitor nasceu parado, teve que ser reanimado, teve anoxia perinatal. Foi aí que começou sua luta incansável pela vida. No início, para mim e para o meu marido, foi um choque, não conseguia acreditar que tudo aquilo estava acontecendo com a gente, parecia um sonho infinito, que não acabava. Me vi sentindo uma dor que jamais imaginei que um coração pudesse suportar. Meu coração foi invadido por sentimentos, medo, dúvidas, incertezas, angústia, tristeza...Naquele momento só queria meu filho vivo, não importava se ele precisaria de ajuda pra se alimentar, pra andar, pra tomar banho, pra se comunicar, só queria ele comigo.

Com o tempo, fui aprendendo a lidar com a incerteza. Hoje, ela somada com muita, mas muita fé em Deus que me sustentam!  Conviver com a incerteza dos fatos não é tão ruim quanto parece. A incerteza acalma meu coração e me faz continuar com a esperança de que um dia meu filho será capaz de se libertar de algumas limitações que hoje ele tem ou pelo menos me reergue nos momentos de apreensão. Junto a isso aprendi que sem fé em Deus seria impossível estar passando por tudo isso e conseguir permanecer forte sempre. Além disso, aprendi a viver o dia de hoje, um minuto de cada vez. Não sei o dia de amanhã, não vivo mais o dia de amanhã sem antes ter a certeza de que o hoje foi vivido muito bem e intensamente.

 Foi em meio a esse turbilhão de sentimentos que de repente tudo mudou surpreendentemente. Passei a olhar a vida com outros olhos,minha vida ganhou outros sentidos, minhas prioridades mudaram, passei a dar valor naquilo que realmente importa. Mudei os meus sonhos e refiz a rota da minha vida! Ser mãe de uma criança especial é sentir o verdadeiro amor incondicional, é ser capaz de tudo, a qualquer momento pra ver o filho feliz! Conheci um amor novo, um amor puro, um amor avassalador, intenso, consumidor, grande...

Meu filho me reconstruiu, me fez me autoconhecer da maneira mais prática possível. Me fez ser capaz de enfrentar e dar conta de uma rotina árdua, pesada, mas que no final do dia me faz agradecer a Deus a cada minuto do dia. O trabalho é pesado, mas logo sou recompensada ao ver meu filho se tornando um vencedor nos pequenos detalhes do dia a dia. Agradeço a Deus todos os dias por esse presente, por essa dádiva que é meu filho!

pst marinaaaaaaaaaaaa

foto : Guilherme Pontes e Camila Andreotti

 

Mamãe ama você filho, pra sempre é infinitamente!

 

Exemplo de inclusão : pic nic reúne centenas de mães e crianças com deficiência em Campinas.

Exemplo de inclusão : pic nic reúne centenas de mães e crianças com
deficiência em Campinas.
Exemplo de inclusão : pic nic reúne centenas de mães e criancas com deficiencia em Campinas.
por Marina Barone Dantas.

foto principal

foto : Ariane Milagres

No último Domingo tivemos o 1° Piquenique Inclusivo Nacional- , evento que ocorreu simultaneamente em várias cidades do Brasil,
O encontro começou ano passado em Curitiba,  organizado por mães de crianças com deficiência. "Não tem cunho nenhum partidário ou comercial. É uma ação de mães, pais ou familiares de crianças com deficiência, como "eu" e "você", com o único objetivo da inclusão e mudar uma sociedade que ainda se espanta ao ver uma cadeira de rodas" (Shirley Ordonio). Esse ano a ideia é que fosse um evento nacional e já tivemos outras cidades que também participaram, como foi o caso de Campinas. Aqui tivemos o apoio incondicional da Secretaria da pessoa com deficiência, em nome da Secretaria Emmanuelle Garrido Alkmin.

foto campinasfoto: Ariane Milagres


Obvio que me apaixonei pela ideia e corri para organizar aqui em Campinas! Minha ideia inicial era juntar umas 10 amigas e fazer um simples piquenique, mas quando fui ver éramos 600, depois 1300 e só esta aumentando esta corrente do bem! No fim descobri que na verdade tenho muitos amigos, só não podia imaginar que eram tantos, as pessoas que não mediram esforços para que este dia acontecesse da forma mais especial possível! O evento foi abraçado por centenas de pessoas, algumas mesmo não podendo estar presentes nos mandaram pão para contribuir com o lanche comunitário, sugestões e muita energia boa!

foto maosfoto : Ariane Milagres


Confesso que ainda estou muito emocionada com tudo que aconteceu e com a repercussão! Saímos até na mídia!! Hahahaha Parece que por mais que agradeça as pessoas, que fale o tanto que foi especial, nunca conseguirei encontrar palavras para agradecer por estes momentos mágicos! Gostaria de dar meu forte abraço em cada um dos que estiveram presentes! Pois o evento foi nosso e só foi possível graças a presença e contribuição de cada um!

foto down

foto: Ariane Milagres


Alguns profissionais se voluntariaram para fazer oficinas e atividades com as crianças, fotos e tudo foi tomando forma com muito amor e união! A sensação que fica é de que o mundo ainda pode ser um lugar melhor! Tem muita gente se esforçando para isso!
Enfim, a semente vinda de Curitiba foi plantada e já podemos ver que já esta brotando da forma mais linda e colorida, como nunca pude imaginar! Essa é nossa missão, trazer alegria e permitir que nossas crianças que já tem tantas limitações e atividades extras, sejam simplesmente crianças como num piquenique de domingo com alguns amigos, pipoca, algodão doce, cama elástica, teatro, cantorias com tio Ale, oficina de pintura e brinquedos.... Parece um sonho que espero nunca acordar!!

foto bonecofoto: Ariane Milagres


Minha ideia essa semana é falar um pouco de cada atividade que tivemos no piquenique e agradecer cada profissional que doou um tempo precioso de descanso de seu domingo para nos trazer felicidade!

foto marinafoto: Marcos Lalli


Gratidão por tudo que vivemos nestes últimos dias!

 

Conheça o Crédito Acessibilidade do Banco do Brasil.

Conheça o Crédito Acessibilidade do Banco do Brasil.
banco brasil

O Banco do Brasil oferece uma linha de crédito para financiamento de bens e serviços de tecnologia assistiva destinado ás pessoas com deficiência. É possível financiar cadeira de rodas, aparelhos auditivos, próteses, adaptações veiculares, dentre outros. A  lista completa dos bens que podem ser adquiridos está no site www.bb.com.br /creditoacessibilidade ( são mais de 250 ítens entre bens e serviços )

O financiamento pode ser feito por pessoas físicas ou jurídicas , os juros são subsidiados pelo governo e o prazo para parcelamento varia de 4 a 60 meses. O valor mínimo  a ser creditado é de 70 rais e o máximo é de 30 mil reais.

Os interessados podem procurar a agência mais próxima e obter informações com o gerente. É preciso ter conta no Banco e verificar seu limite disponível para crédito.Os bens e ou serviços podem ser adquiridos em qualquer estabelecimento comercial legalmente constituído no país e que possua compatibilidade com a atividade econômica do fornecedor.

Após a aquisição do bem/ serviço o cliente deverá levar a nota ou cupom fiscal na agência.

Para saber mais sobre este beneficio, acesse o site www.bb.com.br /creditoacessibilidade.

Nosso agradecimento à Ângela Alves Henrique, gerente do BB em Campinas e que gentilmente nos forneceu todas as informações.

 

 

 

Passeio ao Jardim Botânico Plantarum ( Nova Odessa).

Passeio ao Jardim Botânico Plantarum ( Nova Odessa).
Vou contar para vocês como foi nossa visita ao Jardim Botânico Plantarum,  situado em Nova Odessa, a 35 km de Campinas.  Vi fotos nas rede sociais de duas amigas que tinham ido até lá e a beleza do local chamou minha atenção. Aproveitamos o final de semana e lá fomos nós, eu e Dandan. ( isadora e Bira estão viajando ) Passeio mãe e filho! Fiquei impressionada com o que encontrei : ruas planas e largas, jardim floridos , bem organizados e limpos, plantas das mais variadas espécies, bancos para descanso espalhados pelo caminho. Quiosques e uma quantidade enorme de palmeiras e árvores frondosas.

inicio

O Instituto Plantarum foi idealizado em 1990 pelo engenheiro e botânico brasileiro Harri Lorenzi. Com o objetivo de conservar a flora brasileira, Harri percorreu por mais de 30 anos o ecossistemas da América do Sul em expedições científicas. Em 1998 o Instituto adquiriu uma área de 10 hectares, antes ocupada por uma fábrica. Em 2007 foi criado o Jardim Botânico Plantarum, com mais de 3.500 espécies. Em 2011 foi aberto ao público.

foto historia

Logo na entrada um lago enorme chama a atenção.Limpo, bem conservado. A calma que a natureza traz faz com que me sinta à vontade e sento no chão, ao lado da cadeira de Dan. Ficaria horas aqui.....

foto 2 plantarum

A grama bem aparada e baixinha parece um tapete e passo por entre as plantas ou pelas diversas trilhas que levam aos jardins minuciosamente esculpidos. Paro para admirar a perfeição da flor vermelha. Que vontade de levar prá casa!

 

foto entrada

Dan observa , acompanha com o olhar. Andamos pelo parque comtemplando  o colorido dos diversos fomratos, tons e combinações de cores. Essas mescladas parecem pintadas a mão.

foto 4 plantarum

Chegamos na área das plantas aquáticas, com igarapés , escultura de índio ( o parque tem várias ) mini cachoeira e flores de lótus. Elas simbolizam perfeição, pureza , energia, fertilidade, renascimento. Lindo de ver.........
lotusssssssssssss

O parque é dividido por espécies da mesma família: palmeiras, plantas aquáticas, cactos, jardim sensorial, trepadeiras...e muito mais. Na área das ervas medicinais e mini horta encontrei esses tomates arbóreos originários da Costa Rica. Eles são mais alongados que os tradicionais, lembram os italianos.

foto tomates

O colorido atrai e não perco a oportunidade de tirar a foto no meio deste arco-íris. Atrás desse jardim funciona um Centro de Eventos , com 600 metros quadrados e capacidade para atender até 350 pessoas.

foto 5 plantarum

Dandan se entrega ao nosso passeio. Quando está tranquilo é sinal de que está aproveitando, uma experiência sensorial enriquecedora.

foto deitada

Bate o calor nele e cansaço na mamãe aqui. Deito, braços abertos, gratidão pelo passeio. Recomendo! Aos amantes na natureza, façam a visitação com tempo, levem máquina fotográfica porque as imagens pedem registros e recordações!

Serviço-

Jardim Botânico Plantarum

Onde : AV Brasil, 2000- Distrito Industrial
Nova Odessa- fone (19) 3466 55 87

Quando: de quarta-feira a domingo, das 9 às 17 hrs

Quanto: R$ 20,00 por pessoa

 www.plantarum.org.br

 

 

dandan