Como falar sobre deficiencia para meu filho ?

 

eu dan e luisa

 

 
Melhor que falar é dar o exemplo.
Filhos seguem o que você faz.
Atitude têm peso dobrado
E então o pai da Luisa levou a jovem e duas amigas para correr com o somosespeciais .
Estávamos em 7 cadeirantes , familiares, amigos e voluntários.
Elas me ajudaram a conduzir o Dan por 5 km na Corrida da ONG Hospitalhaços.
❤️
Conto essa história para dar um exemplo aos pais de como incluir os filhos junto aos cadeirantes. A Luisa não teve medo. Ela , eu e as amigas cansamos e nos divertimos! Suamos e tivemos um domingo diferente.
As jovens ajudaram a ajeitar o óculos e o boné do Dan , empurraram o triciclo com naturalidade e amor.
❤️
Cabe a nós tornar as coisas mais simples. Adultos educam. Cabe a nós tomar a atitude e deixar de ir para a piscina ou shopping e apresentar uma instituição , um trabalho que precise de sua ajuda, o mundo do voluntariado!
❤️
O mundo melhor que você quer depende da atitude que podemos tomar . Reclamar é fácil! Levantar o bumbum do sofá é dificíl! (

Conpartilhe

Postagens Relacionadas

Próximo
« Anterior
Anterior
Próximo »